Curiosidades

Crescimento

Com o crescimento, a criança passa por etapas importantes no desenvolvimento do sistema músculo-esquelético. As deformidades dos membro inferiores constituem um dos principais motivos de consulta na área da Ortopedia pediátrica. Conhecimento do perfil angular e rotacionais da criança é obrigatório na prática médica diária, o aparecimento de desvios angulares: geno varo (joelhos afastados com o tornozelo em contato), geno valgo (joelhos para dentro, com um exagerado afastamento dos tornozelos), e desvios rotacionais: anteversão femoral, torção tibial fazendo com que a criança ande com os pés para dentro ou para fora, podem ser decorrente de patologias que necessitam de tratamento imediato. Torna-se imperioso destrinçar o fisiológico do patológico, diferenciar as várias etiologias e corrigi-las precocemente e, ainda, determinar quando uma deformidade é possível de correção espontânea ou quando exige um tratamento cirúrgico. Dor, claudicação, alteração da marcha e quedas frequentes são os principais sintomas encontrados. O conceito atual leva ao fato de que, ao associar a correção das deformidades com o desenvolvimento do esquema corporal e da coordenação dos movimentos, os resultados funcionais na vida adulta serão melhores quando comparados a não correção ou correções tardias. Avaliação adequada e minuciosa é necessária. O ortopedista pediátrico é o especialista mais capacitado por tal avaliação conduzindo o tratamento da melhor forma possível.

Agende uma consulta com
o Dr. Medre Henrique